Música de Carnaval


25/01/2015


Carnaval de 1984

Ney Vianna, cantor, compositor, com a escola de samba Império Serrano, grava samba-enredo na Top Tape, para o Carnaval de 1984:

 

"Império sutilmente encontrou

 Nas estrelinhas da história

 Heróis do aipim, heróis do bacalhau

 Tirando a poeira das memórias, que legal!

 

         Pero Vaz, escrevendo de mansinho

         Asilou o seu sobrinho, inventou o pistolão...

 

   E Caramuru não deu chabú, fica a bangu

   Na tribu com Paraguaçu

 

          Araribóia loteou Niterói

          E fez do índio seu office-boy

 

    Malandro que é malandro bota banca

    D. João VI pega o ouro e se arranca

    Dizendo: Ó Pedrito, filho meu

    Segura este foguete, entendeu?

 

        Na lei do Chico Rei, o fim justifica os meios

        Assim, libertou seu povo

        Com a poupança do alheio

 

            Chica da Silva empolgou um galego e a nação

            Eis D. Pedro levando

            Cachaça pro pagode e mulheres pro colchão

            Rio Branco dilatou as fronteiras, na surdina

            Com barris de vaselina

 

    Barão esperto foi Drummond

    Bolou um jogo alem de bom

    E colocou a bicharada na cabeça da moçada

 

          Com blá-blá-blá, sem bafafá

          Quem foi malandro é, sempre será!"

 

"Foi malandro é", samba-enredo de Bicalho, com Ney Vianna e GRES. Império Serrano, Top Tape: 503.6021/A, Faixa 3, Carnaval de 1984.-

 

cesargravier@bol.com.br

         

Escrito por Cesar Gravier às 12h04
[ ] [ envie esta mensagem ]

22/01/2015


Carnaval de 1971

Roberto Amaral, (Roberto Fernandes do Amaral), cantor, compositor, grava marcha e samba na Rca Victor, para o Carnaval de 1971:

 

"Eu vou pular a noite inteira

 Só paro de manhã

  Vai començar a brincadeira

   Tá na hora de fazer pam pam

    Pam pa-ra-ram-pam

     Pam pam.

                        II

           Pam pam daqui...

           Pam pam de lá...

           Na quarta-feira

           É que eu vou parar

                             Pam pa-ra-ram-pam

                             Pam, pam!"

 

"A marcha do pam pam", marcha de Archimedes Messina e Belmiro Barrela, com Roberto Amaral, Rca Victor: 5308/1, Faixa 2, Carnaval de 1971.

 

"O nosso amor

 É de cristal

  Tenho certeza

   Não há outro igual

    Toma cuidado

     Não deixa tombar...

      Que o nosso amor

       Também pode quebrar!

 II

            Eu num principio avisei

           Que a fonte do amor

          Também pode secar

         É como a água do rio

        Que caminha sem rumo

       E se perde no mar...

 

"Amor de cristal", samba de V. Dagó, Alberto Roy e J.B. Oliveira, com Roberto Amaral, Rca Victor: 5308/2, Faixa 1, Carnaval de 1971.-

 

cesargravier@bol.com.br

  

Escrito por Cesar Gravier às 18h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1960

O cantor Nelson de Lima, grava batucada e marcha em disco Carnaval, para o Carnaval de 1960:

 

"Olha a onda que vai-vai

 Olha a onda que vem-vem

 Essa onda que vai-e-vem

 Vai molhar os pezinhos

 Do meu bem...

              II

      Meu bem quando vai à praia

       Parece uma sereia

        Ela fica enxutinha

         Sentadinha na areia..."

 

"Olha a onda", batucada de G. de Andrade, (Bôca) e Debastos, com Nelson de Lima, Carnaval: 1001/2, Faixa 1, Carnaval de 1960.

 

"Oh diacho!

 Oh diacho!

 Com tanta mulher boa...

 Só a minha

 Que eu não acho!

           II

      Ele tem duas

       Eu sem nenhuma...

        Ele tem três

         Me empresta uma!"

 

"Oh diacho", marcha de Gaúcho, com Nelson de Lima, Carnaval: 1002/2, Faixa 6, Carnaval de 1960.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 11h01
[ ] [ envie esta mensagem ]

20/01/2015


Carnaval de 1960

Jorge Goulart, (1926-2012), Jorge Neves Bastos, cantor, compositor, grava dois sambas na Rca Victor, para o Carnaval de 1960:

 

"Adeus Guiomar

 Vou cumprir a jura que fiz

 Vou-te deixar...

 Vou cortar o mal pela raiz!

               II

     Não te aguento mais

      Não te aturo mais

       Ai, ai, ai, Guiomar

        Já estou cansado

         Da minha cruz carregar!"

 

"Adeus Guiomar", samba de Antônio Almeida e Carlos Manga, com Jorge Goulart, Rca Victor: 1047/2, Faixa 6, Carnaval de 1960.

 

"Vai

 Leva tudo contigo

 Vai

 Deixa a saudade comigo.

             II

      Leva tua beleza

       Que me deu tanta alegria

        Deixa prá mim a tristeza

         Sofrimento e nostalgia...

                                 Agora sim, vai!"

 

"Leva tudo contigo", samba de Santos Garcia, com Jorge Goulart, Rca Victor: 1047/1, Faixa 2, Carnaval de 1960.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 18h43
[ ] [ envie esta mensagem ]

19/01/2015


Carnaval de 1955

O conjunto Vocalistas Tropicais, grava marcha e samba na Continental, para o Carnaval de 1955:

 

"Ôi... deixa chover

 Ôi... deixa molhar

 No molhado

 É melhor de se brincar...

             II

     Do guarda-chuva

      Eu acho graça

       Guarda-chuva de pobre

        É cachaça...

         Se a chuva cai

          Me sinto bem

           Me molhor por fóra

            E por dentro também!"

 

"Guarda-chuva de pobre", marcha de Raúl Sampaio, Rubens Silva e Francisco Anysio, (Chico Anysio), com Vocalistas Tropicais, Continental: 17.049/A, Carnaval de 1955.

 

"O lugar da solteira

 É na casa do papai

               Na casa do papai...

  Deixa a casada prá lá

   Manda a viúva prá cá

    Cada qual no seu lugar!

                  II

          Solteira é negócio proibido

         Casada está por conta do marido

        Mas a viúva, está jogada fóra

       Manda prá mim, chegou a hora...

                                                 Agora!"

 

"O lugar da solteira", samba de Pedro Caetano, Clemente Muniz e Guilherme de Brito, com Vocalistas Tropicais, Continental: 17.049/B, Carnaval de 1955.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 13h34
[ ] [ envie esta mensagem ]

18/01/2015


Carnaval de 1966

O conjunto Vocalistas Tropicais, grava marcha e samba na R G E, para o Carnaval de 1966:

 

"Você também me pareceu sincera

 Não era, não era...

  Você chegando eu vou mandar embora

   Na hora, ô, ô, ô, na hora!

                II

          Foi me enrolando, me enrolando...

         Me enrolando

        Tanto disse, tanto fez...

       Perdeu a vez!"

 

"Sincera" marcha de Jair Amorim e Evaldo Gouveia, com Vocalistas Tropicais, R G E: 5287/B, Faixa 4, Carnaval de 1966.

 

"Eu não posso pagar

 Uma casa prá morar

  Meu dinheiro não dá

   Meu dinheiro não dá...

              II

        Se não fôsse a Guiomar

       Trabalhar prá me ajudar

      Como eu ia me arranjar 

     Como eu ia me arranjar

    Acho graça quando dizem

   Que a vida vai melhorar..."

 

"Meu dinheiro não dá", samba de Romeu Gentil e Paquito, com Vocalistas Tropicais, R G E: 5287/A, Faixa 8, Carnaval de 1966.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 15h46
[ ] [ envie esta mensagem ]

17/01/2015


Carnaval de 1959

O conjunto Vocalistas Tropicais, grava na Copacabana, marcha e samba, para o Carnaval de 1959:

 

"Ou vai, ou vai

 Ou vai, ou rá-chá-chá

  Deixa a mulata sambar

   Pois é!

    Toca, toca maestro

     Que a bandinha

      Não pode parar!...

                II

           Bota a mão no meu ombro

           Yô Yô!...

           Bota a mão no meu ombro

           Yá Yá!...

           Toca, toca maestro

           Que a bandinha

           Não pode parar!...

                       Ou vai, ou vai..."

 

"Ou vai, ou racha", marcha de J. Piedade e Sebastião Motta, com Vocalistas Tropicais, Copacabana: 11.082/A, Faixa 1, Carnaval de 1959.

 

"Não te quero mais

 Aventureira

 O teu destino é pecar...

 Para me arruinar

 De tudo és capaz...

 Não queiras quebrar

 A paz do meu lar!

          II

   Duas vidas eu vivi

    Uma no lar e a outra contigo

     Mas entre as duas conclui

      Que o meu lar

       É que é meu amigo...

                           Aventureira!"

 

"Aventureira", samba de Jorge Silva, B. Toledo e Rui Carneiro, com Vocalistas Tropicais, Copacabana: 11.083/A, Faixa 1, Carnaval de 1959.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 19h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/01/2015


Carnaval de 1974

A escola de samba Em Cima da Hora, grava na Top Tape, seu samba-enredo para o Carnaval de 1974:

 

"Desde o tempo do cativeiro

 A magia imperou

 Os negros vieram da África

 Com sofrimento e dor...

 

           E chegando à Bahia

          Bahia de São Salvador ô ô ô

         Os negros pediam as deuses

        Prá amenizar a sua dor

       Nas noites de lua cheia

      Eles cantavam com fervor...

 

        Arêrê caô meu pai arêrê

        Arêrê caô meu pai arêrê

 

    E nas noites de magia

    Pretos velhor festejavam

    O grande mestre Oxalá

    E a rainha Iemanjá!

 

            Num batuque de lamento

            A noite inteira sem cessar

            Eles festejavam os deuses

            Cantando prá não chorar!

 

   Ô ô ô ô ô ô ô ô ô

                 Desde o tempo..."

 

"A festa dos deuses afro-brasileiros", samba-enredo de Baianinho, (Eladio Gomes dos Santos), com GRES. Em Cima da Hora, Top Tape: 85.020/B, Faixa 4, Carnaval de 1974.-

 

cesargravier@bol.com.br

 

 

Escrito por Cesar Gravier às 12h06
[ ] [ envie esta mensagem ]

14/01/2015


Carnaval de 1957

Mirabeau, (1924-1991), Mirabeau Pinheiro, cantor e compositor, grava em duo com a cantora e compositora, Carmen Costa, (1920-2007), Carmelita Madriaga, samba na Copacabana, para o Carnaval de 1957:

 

"Iaiá cadê o jarro?

 O jarro que eu plantei a flor?

 Eu vou lhe contar um caso:

 Eu quebrei o jarro e matei a flor...

                 II

        Que maldade, que maldade!

        Você bem sabia

        No jarro de barro

        Eu plantei a saudade!"

 

"Jarro da saudade", samba de Daniel Barbosa, Mirabeau e Geraldo Blota, com Mirabeau & Carmen Costa, Copacabana: 10.005/B, Faixa 1, Carnaval de 1957.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 12h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

12/01/2015


Carnaval de 1966

Leila Miranda, (Zefinha), (1934-1992), cantora, compositora, atriz, humorista, grava samba na Chantecler, para o Carnaval de 1966:

 

"Não vai embora

 Não me deixe, por favor

 Sou tão feliz

 Com você, meu amor!

             II

    Eu sei que está chegando a hora

     Que minh´alma chora

      De tristeza e de dor

       Espere até romper aurora...

        Não vai agora

         Meu doce amor!"

 

"Não vai embora", samba de Senegiro, Nilton Ribeiro e Walter Paiva, com Leila Miranda, (Zefinha), Chantecler: 2396/1, Faixa 6, Carnaval de 1966.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 15h38
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1971

Esther Tarcitano, (1928-2011), cantora, atriz, grava marcha na Rca Victor, para o Carnaval de 1971:

 

"Vamos Maroca, vamos

 Vamos pro carnaval!

 Mas toma cuidado, Maroca

 Qualquer descuido, pode ser fatal...

                                         Maroca!

                 II

     Maroca, garôta-sex

     É prafrentex

     É colossal

     Mas toma cuidado, Maroca

     Qualquer descuido pode ser fatal...

                                            Maroca!"

 

"Vamos, Maroca", marcha de Antônio Almeida, com Esther Tarcitano, Rca Victor: 5272/2, Faixa 2, Carnaval de 1971.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 13h20
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1972

Leila Miranda, (Zefinha), (1934-1992), cantora, compositora, atriz, humorista, grava marcha na Copacabana, para o Carnaval de 1972:

 

"Parece espanador da lua

 O cabelo do neguinho Juvenal

  Parece que êle, até parece

   Que veio lá do Senegal...

               II

         Qual é o pente

         Que te penteia?

         Se não tem pente

         Vai botar tôca de meia!"

 

"Espanador da lua", marcha de J. Piedade, Orlando Gazzaneo e João Fonseca, com Leila Miranda, (Zefinha), Copacabana: 11.668 - Faixa 16, Carnaval de 1972.-

 

cesargravier@Bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 12h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1971

Leila Miranda, (Zefinha), (1934-1992), cantora, compositora, atriz, humorista, grava marcha na Rca Victor, para o Carnaval de 1971:

 

"U-Ni-Du-Ni-Tê

 U-Ni-Du-Ni-TÊ

 Quando eu crescer

 Eu me caso com você!

            II

      Hoje eu sou pequenininha

       A mamãe não me deixa namorar...

        Mas quando eu ficar crescidinha

         Eu prometo, eu prometo me casar!"

 

"U-Ni-Du-Ni-Tê", marcha de Brasinha, com Leila Miranda, (Zefinha), Rca Victor: 5272/1. Faixa 3, Carnaval de 1971.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 12h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1961

Homem de Mello, (Pedro Homem de Mello Fonseca), cantor, compositor, ator, humorista, grava duas marchas na Copacabana, para o Carnaval de 1961:

 

"Comprei uma casa bacana

 Prá passar o meu fim de semana 

  Tem uma piscina que é uma tentação...

   Em vez de água é pinga com limão.

                                               Que bom!

                    II

       Lá em casa todo mundo, ó

       Lá em casa todo mundo, ó

       Só quem não toma banho

       Na piscina é a vovó!"

 

"Lá em casa todo mundo, ó", marcha de Gaúcho, com Homem de Mello, Copacabana: 11.181/A, Faixa 7, Carnaval de 1961.

 

"Tá de colher!

 

     Acho o que houver

     Tô lá, tô lá

     Não vou levar mulher...

     Mas pretendo me arrumá!

                   II

         Não sou 

         De jogar fóra

         Também não sou

         De fazer hora

         Sem compromisso qualquer

         Tá dando sopa

         Tá de colher!

 

                Tá de colher!"

 

"Tá de colher", marcha de Jayme Janeiro e Homem de Mello, com Homem de Mello, Copacabana: 11.181/B, Faixa 5, Carnaval de 1961.

 

Na etiqueta do disco, "Lá em casa todo mundo, ó", aparece como autor: Gaúcho.  Na edição da marcha pelos Irmãos Vitale S/A, aparecem autores: Léo Romano e Ercilio Consoni.-

 

cesargravier@bol.com.br

 


          

Escrito por Cesar Gravier às 10h11
[ ] [ envie esta mensagem ]

11/01/2015


Carnaval de 1972

Esther Tarcitano, (1928-2011), cantora, atriz, grava marcha na etiqueta Hot e marcha na Tapecar, para o Carnaval de 1972:

 

"Puxa que luxo!

 Quem lhe viu e quem lhe vé

 Você deixou de ser plebeu...

  E não é mais pobre como eu

                                Que luxo!

            II

   Comprou um fusca vermelho

   E tem tutú prá gastar

   Mas eu vou-me virar

   Eu chego lá, ei

   Eu chego lá

   Um dia eu chego lá!"

 

"Puxa que luxo", marcha de Humberto de Carvalho, com Esther Tarcitano, Hot: 014/B, Carnaval de 1972.

 

"Porque, porque

 Todo mundo fala, fala de você

 Porque, porque

 Eles sabem

 Eu também quero saber...

             II

     Eu sou curiosa demais

      E ninguém me passa prá tráz

       A vizinhança fala de você

        Porque, porque, porque..."

 

"A curiosa", marcha de Moacyr Vieira, com Esther Tarcitano, Tapecar: 006/A, Faixa 5, Carnaval de 1972.-

 

cesargravier@bol.com.br

 


 

Escrito por Cesar Gravier às 12h35
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sul, SANTANA DO LIVRAMENTO, CENTRO, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Spanish, Música, Livros, pesquisa de discos de carnaval
ICQ -

Histórico