Música de Carnaval


20/10/2014


Carnaval de 1974

Dupla de compositores, também cantores, Paquito, (1915-1975), Francisco da Silva Fárrea Junior e Romeu Gentil, (1911-1983), Romeu Scovino, gravam marcha na Rca Victor, para o Carnaval de 1974:

 

"Na terra ninguém se entende

 O mundo vai de mal para pior

  Ninguém quer ser pequeno

   Todo mundo quer ser o maior!

                    II

          Muito bem

          Apoiado

          O errado tá certo

          E quem tá certo tá errado!"

 

"Na terra ninguém se entende", marcha de Paquito e Romeu Gentil, com eles na voz, Rca Victor: 107.0167/A, Faixa 3, Carnaval de 1974.-

Escrito por Cesar Gravier às 19h22
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1972

Eddy Franco, (Neurisvan Rocha Alencar), cantor, compositor, grava marcha na Rca Victor, para o Carnaval de 1972:

 

"Olha o vovó

 Cuidado com êle

  Êle tá querendo

   Você prá vovó.

          II

       Isso não se faz

      Êle tá passando

     A vovó prá trás!"

 

"A marcha do vovó", marcha de Adylson Godoy, João Batista e Herculano, com Eddy Bastos, Rca Victor: 5351/A, Faixa 5, Carnaval de 1972.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 11h10
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1975

Jorge Goulart, (1926-2012), Jorge Neves Bastos, cantor, compositor, grava duas marchas na Som Livre, para o Carnaval de 1975:

 

"Pode ser branca

 Mulata ou loura

  Pouco m´importa

   A cor da fera

    Seja quem for

     De qualquer cor

      O que eu quero

       É uma pantera!

    II

            Dê no que der

           Haja o que houver

          Sou caçador do amor

         Não me embaraço

        Mulher-pantera?

       Eu caço

      Pantera-mulher?

     Eu laço!"

 

"Marcha da pantera", marcha de Antônio Almeida, com Jorge Goulart, Som Livre: 411.6001/2/2, Faixa 7, Carnaval de 1975.

 

"A hora é essa

 Tá legal à beça

  Quem não tá nessa

   Tá cum nada!

    Sacumé, irmão?

     A hora de fazer a zorra

      Você não corra

       Da curtição...

              II

          Sacumé?

          Sacumé?

         Cumé a terra

         Quem faz a guerra

        Não faz

        Não faz...,  amor!"

 

"Sacumé", marcha de Luiz Antônio e Luiz Reis, com Jorge Goulart, Som Livre: 411.6001/2/2, Faixa 4, Carnaval de 1975.-

 

cesargravier@bol.com.br

        

  

Escrito por Cesar Gravier às 09h42
[ ] [ envie esta mensagem ]

19/10/2014


Carnaval de 1949

Emilinha Borba, (1921-2005), Emilia Savana de Souza Costa, cantora, compositora, grava duas marchas, samba e samba em dupla com Nuno Roland, (1913-1975), Reinold Correia de Oliveira, na Continental, para o Carnaval de 1949:

 

"Boca Negra deixou a maloca

 Saiu da toca

 E veio ao Rio passear

 Chegou, olhou, provou...

 Mas não gostou

 Seu Carioca, prá maloca

 Eu vou voltar!

          II

    Lá na minha tribo

     É bem melhor do que aqui

      Vivo cantando o Guarani

       Trá lá lá lá lá lá

        Prá viver assim de tanga

         Eu vivo lá!"

 

"Boca Negra", marcha de Antônio Almeida e Alberto Ribeiro, com Emilinha Borba, Continental: 15.980/A, Carnaval de 1949.

 

"Chiquita bacana

 Lá da Martinica

  Se veste com a casca

   De banana nanica.

             II

          Não usa vestido, oi

         Não usa calção

        Inverno prá ela

       É pleno verão...

      Existencialista

     Com toda razão

    Só faz o que manda

   O seu coração...

                      Oi!"

 

"Chiquita bacana", marcha de Alberto Ribeiro e João de Barro, com Emilinha Borba, Continental: 15.979/A, Carnaval de 1949.

 

"Chorei a noite inteira

 Chorei como ninguém chorou

  Porque não sou mais porta-bandeira

   O meu lugar foi a Zilda que ocupou

    Prá que que eu preciso mais viver?

     Porta-bandeira era tudo que eu queria ser.

                             II

              Prá que serve

              Esta sandalia de cetim lamê?

              Prá quê? prá quê?

              Prá que que serve esta baiana?

              Se eu não vou usar...

              Se é a Zilda que esta ano

              Vai sair no meu lugar!"

 

"Porta-bandeira", samba de Antônio Nássara e Roberto Martins, com Emilinha Borba, Continental: 15.979/B, Carnaval de 1949.

 

"Chegou a primeira escola de samba

 Escola que não tem rival

 Pelo som da bateria

 Até parece um Batalhão Naval!

                 II

        Neste mundo só há duas coisas

       Que balançam o meu coração

      É a ginga da minha cabrocha...

     E a cadência do meu Batalhão!

 

     Duas coisas somente no mundo

      Fazem meu corpo balancear

       A cadência de um samba de morro

        E o balanço das onda do mar..."

 

"Tem marujo no samba", samba de João de Barro, com Emilinha Borba & Nuno Roland, Continental: 15.980/B, Carnaval de 1949.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 14h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

18/10/2014


Carnaval de 1960

Monsueto Menezes, (1924-1973), Monsueto Campos Menezes, cantor, compositor, ator, pintor, grava dois sambas na CBS-Columbia, para o Carnaval de 1960:

 

"Era eu e tu e ela

 Era ela e tu e eu

 Agora nem tu nem ela

 Nem ela nem tu nem eu!

              II

     Quem disse não fui

      Quem disse foi o ventura

       Quem amar amor alheio

        Não tem a vida segura..."

 

"Amor alheio", samba de Monsueto Menezes, Amado Regís e De Palma, com Monsueto Menezes, CBS-Columbia: 40008/B, Faixa 6, Carnaval de 1960.

 

"Virou bagunça

 Rarararé

 Virou bagunça

 Vou botar prá derreter...

             II

        Você bagunçou

       Meu coração

      Vou sambar, pode crer

     Vou botar meu corpo

    Prá derreter!"

 

"Virou bagunça", samba de Monsueto Menezes, Amado Regís e Renato Araújo, com Monsueto Menezes, CBS-Columbia: 40007/B, Faixa 3, Carnaval de 1960.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 17h07
[ ] [ envie esta mensagem ]

17/10/2014


Carnaval de 1964

Julio Zamorano, cantor, compositor, grava marcha e samba na Magisom, para o Carnaval de 1964:

 

"Toma cuidado

 Com a Clarimunda

  Ela é do bloco

   Da barafunda

    Não dê carona a ela...

     Que essa dona

      É matusquela!

               II

         Por causa da Clarimunda

        É que eu sinto

       Esta dor profunda..."

 

"Cuidado com a Clarimunda", marcha de Antônio Almeida e Arlindo Velloso, com Julio Zamorano, Magisom: 1009/A, Faixa 2, Carnaval de 1964.

 

"Estou procurando alguém

 Alguém que me faça feliz

  Se você quizer, muito bem

   Já não posso mais sofrer, porque

    Quem eu quisse não me quiz!

                      II

            Pode ser até

            Que você tenha

            Um caso igual ao meu...

            Nesse caso é solução

            Juntar meu coração ao seu!"

 

"Solução", samba de Roberto Martins e João de Barro, com Julio Zamorano, 1009/B, Faixa 8, Carnaval de 1964.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 17h43
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/10/2014


Carnaval de 1959

Henricão, (1915-1984), Henrique Felipe da Costa, cantor, compositor, grava em dupla com a cantora Ana Maria, dois sambas na Chantecler, para o Carnaval de 1959:

 

"Falei

 E você não atendeu

 Pois na minha escola

 Quem bate o surdo sou eu!

                II

       Não sei prá que teimar

      O seu prazer

     É me contrariar

    Falei

   E você não me deu bola

  Eu sou o presidente da escola!"

 

"Eu bato o surdo", samba de Henricão e B. Alves, com Henricão & Ana Maria, Chantecler: 2.008/2, Faixa 6, Carnaval de 1959.

 

"Morreu o presidente da escola

 Morreu o presidente da escola...

 

        Morreu o presidente

        Da nossa escola de samba

        Mas, vai haver carnaval!

                     II

           Eu sei que ele no céu

          Pede prá Deus ajudar

         A escola não pode parar!"

 

"Lamento da escola", samba de Ruby Lola Costa, com Henricão & Ana Maria, Chantecler: 2.008/2, Faixa 5, Carnaval de 1959.

 

A cantora Ana Maria, talvez seja integrante do grupo de Henricão e Suas Pastoras.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 20h12
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1972

Mário Alves, cantor, compositor, grava marcha-rancho na Rca Victor, para o Carnaval de 1972:

 

"Aquela mascarada que me seduziu

 Falando de amor, mentiu...

 Só eu que não sabia que no carnaval

 Tudo é mentira, tudo é banal

 O beijo que me deu em plena multidão

 Prendeu me coração!

             II

         Passei os quatro dias

         Num mundo de ilusões

         E aquela mascarada

         Pisando corações...

         Brinquei com a Margarida

         Pulei com a Conceição

         Peguei a Colombina

         E dei a minha mão

         Sonhei os quatro dias

         Num sonho de galã

         E só fui acordar

         Quarta-feira de cinzas de manhã..."

 

"Sonho de galã" marcha-rancho de Rubem Gerardi e Mário Alves, com Mário Alves, Rca Victor: 5354/1, Faixa 6, Carnaval de 1972.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 18h38
[ ] [ envie esta mensagem ]

15/10/2014


Carnaval de 1971

Mário Alves, cantor, compositor, grava samba na Rca Victor, para o Carnaval de 1971:

 

"Ai a vida não me leva

 Eu levo a vida na conversa e me vou

 No meu mundo faz bom tempo

 E sol bonito pois a chuva já passou...

                    II

        Eu vim no caminho mais difícil

       Com os dedos machucados de tocar meu violão

      Deixei a tristeza me esperando

     Quando vi você passando

    Entreguei meu coração!

 

"A vida não me leva", samba de Rildo Hora, com Mário Alves, Rca Victor: 5272/2, Faixa 7, Carnaval de 1971.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 13h56
[ ] [ envie esta mensagem ]

14/10/2014


Carnaval de 1972

A cantora Angelita Martinez, (1931-1980), grava macha e marcha-rancho, na Rca Victor para o Carnaval de 1972:

 

"Eu quero entrar

 Neste pagode

 Quem pula, pula

 Quem não pula

 Se sacode.

        II

   O pagode está legal

   Só tem brotinho sensacional!"

 

"Pagode legal", marcha de Alfredo Borba, com Angelita Martinez, Rca Victor: 5354/A, Faixa 7, Carnaval de 1972.

 

"Lá vão os blocos passando

 E eu tristonha, chorando

 Sempre a te procurar

 Lá iá lá iá

 A minha dor é imensa

 Mas eu tenho a crença

 Que ainda vou te encontrar

 Ah! se eu soubesse agora

 O bloco em que tu estás

 Mandava a tristeza embora

 E saia correndo atrás

 De ti...

 

 Lá lá iá lá lá iá

 Lá lá lá lá lá lá lá lá lá lá

 Lá lá iá lá lá iá

 Lá lá lá lá lá lá lá..."

 

"Ah! se eu soubesse", marcha-rancho de Celso Castro, Angelita Martinez, Rca Victor: 5354/B, Faixa 3, Carnaval de 1972.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 18h02
[ ] [ envie esta mensagem ]

13/10/2014


Carnaval de 1975

Mário Alves, cantor e compositor, grava na etiqueta CID, marcha para o Carnaval de 1975:

 

"Vamos morar na roça

 Na nossa palhoça

  Vamos fugir da cidade

   Em busca da felicidade.

               II

       Lá não tem

      Televisão, nem geladeira

     Mas vai ter

    Carinho e amor

   A vida inteira!"

 

"Nossa palhoça", marcha de Brasinha e Altamiro Baptista, com Mário Alves, CID: 8006/A, Faixa 4, Carnaval de 1975.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 15h37
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1975

Gilberto Alves, (1915-1992), Gilberto Alves Martins, cantor, compositor, grava dois sambas na Musicolor, para o Carnaval de 1975:

 

"Eu encontrei

 Depois de procurar 

 O amor que sonhei

 Prá comigo morar...

                Eu procurei!

      II

   Sinto o sol com mais calor

    E que a vida me seduz

     Tudo diz que este amor

      É meu caminho de luz...

                         Eu encontrei!"

 

"Caminho de luz", samba de Ayrton Borges e Fernando Luz, com Gilberto Alves, Musicolor: 20.333/A, Faixa 2, Carnaval de 1975.

 

"Não encontrei

 Aquele amor que procurei

  Nos carnavais que passei

   Está chegando a hora

    Talvez encontre agora

     Se Deus me ajudar

      Neste carnaval

       Eu vou ter que encontrar...

                                 Não encontrei!

                   II

       É hora

       É hora

       Vou encontrar

       O meu amor agora!

             É hora, é hora

   É hora, oi

   É hora, oi

             Vou encontrar

             O meu amor agora!

 

"Se Deus me ajudar", samba de Ataylor de Souza, Jorge Martins e Luiz Carlos, com Gilberto Alves, Musicolor: 20.333/B, Faixa 5, Carnaval de 1975.-

 

cesargravier@bol.com.br

 


Escrito por Cesar Gravier às 10h55
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1965

Mário Alves, cantor, compositor, grava dois sambas na Philips, para o Carnaval de 1965:

 

"Eu vou embora

 Adeus meu amor, adeus

 Levarei saudade

 Dos carinhos teus...

          II

    E agora, meu amor

     Eu não sei

      O que vai ser...

       Longe dos teus olhos

        Eu não poderei viver!

 

"Eu vou embora", samba de João de Oliveira e Oldemar Magalhães, com Mário Alves, Philips: 632.731/1, Faixa 6, Carnaval de 1965.

 

"Deixa a platéia aplaudir

 A Miss Mulata

 A rainha da côr

 Orgulho de uma raça!

            II

    Quando ela pisou

    Na passarela

    Representando

    A nossa côr 

    Verde amarela

    Rezando eu pedi...

    Ao meu Santo de fé

    E ela foi apludida de pé.

                               Graças a Deus!"

 

"Miss Mulata", samba de Graciano Campos, com Mário Alves, Philips: 632.731/1, Faixa 8, Carnaval de 1965.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 08h42
[ ] [ envie esta mensagem ]

12/10/2014


Carnaval de 1964

Mário Alves, cantor, compositor, grava marcha e samba na Rca Victor, para o Carnaval de 1964:

 

"Mamãe eu quero colo

 Depois quero mamar

 Me conta uma história...

 Senão eu vou chorar!

            II

     O papai já veio

      Prá me chatear

       Nhen, nhen, nhen, nhen, nhen

        Hoje eu não vou

         Sair com a babá!"

 

"Mamãe eu quero colo", marcha de Linda Rodrigues, Aldacir Louro e Paulinho, com Mário Alves, Rca Victor:1263/A, Faixa 7, Carnaval de 1964.

 

"Vem meu amor

 Vem meu amor, amar

 Essa noite é nossa

 Deixa de chorar.

         II

     O meu coração

      Será sempre seu

       Sei que você chorar

        Por um carinho meu...

                              Vem amor!"

 

"Essa noite é nossa", samba de João de Oliveira e Oldemar Magalhães, com Mário Alves, Rca Victor: 1263/B, Faixa 1, Carnaval de 1964.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 16h28
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1963

Roberto Amaral, (Roberto Fernandes do Amaral), cantor, compositor, grava duas marchas em disco Momo, para o Carnaval de 1963:

 

"Eu quero entrar  

 Nessa brincadeira...

 Quero mamar

 Nessa mamadeira!

           II

    Se tem mulher...

     Tô lá, tô lá...

      Se tem tutu

       Tô lá, tô lá...

        Essa mamata

         Eu não vou deixar"

 

"Mamadeira", marcha de Júlio Nagib e Archimedes Messina, com Roberto Amaral, Momo: 0026/A, Carnaval de 1963.

 

"Tá na cara

 Tá na cara


 Tá na cara

 Não minta...

 Você já passou

 Dos trinta!

      II

   Isso é brincadeira

    Idade não tem valor...

     Quinze, vinte ou trinta

      Sempre é tempo para o amor!"

 

"Tá na cara", marcha de Paulo Rogério, com Roberto Amaral, Momo: 0026/B, Carnaval de 1963.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 15h44
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sul, SANTANA DO LIVRAMENTO, CENTRO, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Spanish, Música, Livros, pesquisa de discos de carnaval
ICQ -

Histórico