Música de Carnaval


29/07/2014


Carnaval de 1976

Waldik Soriano, (1933-2008), Eurípides Waldik Soriano, cantor e compositor, grava marcha na Rca Victor, para o Carnaval de 1976:

 

"Eu comprei um barril de chopp

 Desta vez eu vou aproveitar

  Vou pular o carnaval contigo

   Até o dia raiar.

                             II

      Na quarta feira de cinzas

      Querida, quanta alegria

      Vamos casar na igreja

      Com a mesma fantasia!"

 

"Barril de chopp", marcha de Waldik Soriano, com Waldik Soriano na voz, Rca Victor: 12.0001/2/1, Faixa 4, Carnaval de 1976.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 19h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

27/07/2014


Carnaval de 1979

Aroldo Melodia, cantor, compositor, grava samba-enredo com a escola de samba União da Ilha do Governador, na Top Tape, para o Carnaval de 1979:

 

"Eu queria saber agora

 O que será!

 Vou perguntar

 A Menininha do Gantuá

 Pode ser um grande herói

 Índios, africanos ou magia

 Ou será um tema da velha Bahia!

 Já ouvi dizer que é Debret

 Ou antigos carnavais...

 

        Mas se for Candomblé

        Eu peço axé

        Aos meus Orixás!

 

   Depois no barracão

    Suor, amor e fantasias

     Alas, figurinos e passistas

      Harmonia e ritmistas

       Até o raiar do dia...

 

  E as lágrimas de alegria e dissabor

  Modificam o rosto do poeta

  No meio de cenário multicor

 

            Está na hora, é carnaval

            O artista descreveu

            Um enredo original!"

 

"O que será", samba-enredo de Didi e Aroldo Melodia, com Aroldo Melodia e GRES. União da Ilha do Governador, Top Tape: 85.070/B, Faixa 3, Carnaval de 1979.

 

O samba-enredo "O que será", também foi editado, mesma gravação, na Som Livre: 403.6174/1, Faixa 1, sem aparecer o nome  GRES. União da Ilha do Governador.-

 

cesargravier@bol.com.br


 


Escrito por Cesar Gravier às 15h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

25/07/2014


Carnaval de 1976

A cantora Silvinha Soares, grava marcha-rancho em disco Polydisc, para o Carnaval de 1976:

 

"Um lenço branco

 Um adeus

 Vejo lágrimas

 Nos olhos teus...

 Chegou a hora

 Tem que ser agora

 Adeus... amor... 

 Adeus!

               II

        Quem parte

         Leva saudade

          Quem fica 

           Chora de dor...

            Mas em lugar

             Da tristeza

              Eu vou deixar

               Bandeira branca

                Pro nosso amor..."

 

"Adeus... amor... adeus", marcha-rancho de José Costa, Gilberto Montenegro, Daniel Teixeira e Edsom Guerra, com Silvinha Soares, Polydisc: 5003/A, Faixa 3, Carnaval de 1976.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 22h13
[ ] [ envie esta mensagem ]

24/07/2014


Carnaval de 1967

Ary Cordovil, (1923-1981), Nicanor de Paulo Ribeiro Filho, cantor e compositor, grava marcha e samba na CBS~Columbia, para o Carnaval de 1967:

 

"Lá vem a mula sem cabeça

 Chora, menino, chora

  Pega um galho de arruda e não esqueça

   Que o bicho papão vai embora...

                   II

         Eu conheço

        Uma menina

       Que tem mêdo de lobisomem

      Fica nervosa quando ve um gato preto...

     Mas não tem mêdo

    Quando ve um homem!"

 

"Mula sem cabeça", marcha de Roberto Martins e Nilo Barbosa, com Ary Cordovil, CBS~Columbia: 4090/A, Faixa 2, Carnaval de 1967.

 

"Era uma boa companheira

 Vivia para mim e para o lar

 Sabia todo bem que eu lhe queria

 Mas tinha um pecado

 Que só Deus vai perdoar...

 

         No carnaval

         Se acabava noite e dia

         Nem em casa ela dormia

         E nem lembrava de mim

         Depois ela voltava

         E entoava

         Uma melodia assim:

 

     Lá rá

     Lá rá rá rá rá

     Lá rá rá rá rá rá rá

     Lá rá rá rá rá rá rá

 E êsse foi o nosso amargo fim!"

 

"Era boa companheira", samba de Nauta Drummond, com Ary Cordovil, CBS~Columbia: 4090/B, Faixa 1, Carnaval de 1967.-

 

cesargravier@bol.com.br 


Escrito por Cesar Gravier às 14h49
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1976

O cantor Ronaldo França grava marcha na etiqueta Premier, para o Carnaval de 1976:

 

"Você até parece

 Garçonete de pensão...

 Dando sopa

 No salão!

        II

    Quem não gosta

     Quem não quer

      Sopa bem quentinha

       E carinho de mulher!"

 

"Garçonete de pensão", marcha de Noêmia Lima, Luiz Ravani e Ángelo Domingues, com Ronaldo França, Premier: 1002/A, Faixa 5, Carnaval de 1976.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 13h35
[ ] [ envie esta mensagem ]

23/07/2014


Carnaval de 1962

O cantor Washington Garcia grava marcha e samba, na etiqueta Ritmos, para o Carnaval de 1962:

 

"Fiz uma troca

 Com Dona Maroca

  De um galo preto

   Pelo meu peru...

    O galo preto

     Já não canta nada

      Vive no terreiro

       Triste e jururu!

               II

            Peru, peru, peru, peru

           Onde vai você

          Com essa pena na cabeça

         Cheio de chiqué

        O que que há com esse peru

       Inteligente como que

      Meu peru não é de briga

     Mas é de doer!"

 

"Marcha do peru", marcha de L. Batista, A. Gonçalves Filho e Arnaldo Moraes, com Washington Garcia, Ritmos: 25.0007/B, Carnaval de 1962.

 

"Não quero mais

 Saber de amar

 Muito eu amei

 Cansei de penar.

        II

     Sem ter ninguém

    Era feliz

   Vivia a cantar

   O amor eu conheci

    Era uma ilusão

     Amar é penar!"

 

"Cansei de penar", samba de Álvaro Franco, Iva Santos e Fernando Franco, com Washington Garcia, Ritmos: 25.0007/A, Carnaval de 1962.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 15h59
[ ] [ envie esta mensagem ]

20/07/2014


Carnaval de 1976

O cantor Jeremias Ferraz, grava samba-enredo com a escola de samba Imperatriz Leopoldinense, na Top Tape, para o Carnaval de 1976:

 

        "Eu vi mundos

       Nunca vistos nem sonhados

      Andei mares

     Nunca d´antes navegados...

                            A história traz...

 

A história traz 

 Feitos singulares

  Do heroismo e da fé

   De outros mares

   De outras terras

  Que iluminaram poemas

 Que a nossa história encerra...

 

       Ao sabor das ondas vem as naus

       A branca espuma cortando

       E chegam afinal

       À ilha verde sem fim

       Onde num belo dia

       A saudade se fez bonança

 

     Ao chegar na terra da esperança!

 

        Fundaram cidades

        Cruzaram raças

        Tornaram o sonho em realidade

        Tantos heróis

        Tanta grandeza

        A nossa história...

        Oh que beleza!

 

   Nascente grande

   Ó meu pais

   És soberano

   De um povo feliz!

 

        Eu vi mundos

        Nunca vistos nem sonhados

        Andei mares

        Nunca d´antes navegados...

                         A história traz..."

 

"Por mares nunca d´antes navegados", samba-enredo de Gibi, Sereno e Guga, com Jeremias Ferraz e GRES. Imperatriz Leopoldinense, Top Tape: 85.040/A, Faixa 3, Carnaval de 1976.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 20h47
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1961

Waldemar Roberto, cantor e compositor, grava duas marchas na Chantecler, para o Carnaval de 1961:

 

"Maria vigarista

 Vigarista sim senhor!

  Não é escandalosa

   Mas gosta do amor...

             II

           É perigosa

          Só faz o que convém

         Namora a todos

        Não gosta de ninguém

       Sabe de tudo

      De tudo sabe um pouco

     Quem se envolver com ela...

    Fica, fica

   Fica louco!..."

 

"Maria vigarista", marcha de Mário Eduardo, com Waldemar Roberto, Chantecler: 0389/B, Carnaval de 1961.

 

"Não é mais aquela

 Coitadinha dela

  Coitadinha dela

   Como tenho dó

    Foi muito sapéca

     Levada da bréca

      Hoje vive só...

              II

          Foi um brotinho legal

         Garota enxuta

        Sensacional!

       Agora está de fazer dó...

      Não é mais aquela

     Coitadinha dela

    Deu o pifofó!"

 

"Não é mais aquela", marcha de Mário Eduardo, com Waldemar Roberto, Chantecler: 0389/A, Carnaval de 1961.-

 

cesargravier@bol.com.br


Escrito por Cesar Gravier às 16h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

19/07/2014


Carnaval de 1975

Ary Cordovil, (1923-1981), Nicanor de Paulo Ribeiro Filho, cantor e compositor, grava dois sambas na CBS~Columbia, para o Carnaval de 1975:

 

"Ja decidi

 Tudo morreu

 Já resolvi

 Quem vai sou eu.

         II

     Teu coração

      É o pior desse mundo

       É o mais vagabundo

        Que me apareceu

         Não adianta

          Choro fingido

           Tá resolvido

            Quem vai sou eu!"

 

"Quem vai sou eu", samba de Haroldo Lobo e Milton de Oliveira, com Ary Cordovil, CBS~Columbia: 104.299/2, Faixa 1, Carnaval de 1975.

 

"A varanda da nossa casinha

 Que já foi tão bonitinha

  Não tem mais jarros de flores

   Morreram as plantas do jardim

    E minha querida Verinha

     Parece que não gosta mais de mim...

                       II

                 Nenhum enfeite, nem cortinas

                Existem mais na minha janela

               Até o escudo da Portela

              Presente amigo do "Natal"

             Apenas saudade

            Relíquia de carnaval."

 

"Relíquia de carnaval", samba de Expedito Daniel e Joaquim Daniel, com Ary Cordovil, CBS~Columbia: 104.299/1, Faixa 5, Carnaval de 1975.

 

O samba "Quem vai sou eu", foi gravado inicialmente para o Carnaval de 1961. Quem gravou foi também Ary Cordovil, na Philips: 630.432/2, Faixa 7.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 15h31
[ ] [ envie esta mensagem ]

18/07/2014


Carnaval de 1975

Waldik Soriano, (1933-2008), Euripides Waldik Soriano, cantor e compositor, grava marcha na Rca Victor, para o Carnaval de 1975:

 

"Não vou sair daqui

 Daqui não saio não!

 Eu também sou gente

 Eu não sou cachorro não!

             II

     Eu cheguei aqui

      Estou bem chegado

       Eu também sou gente

        Não sou cachorro

         Prá viver tão desprezado!

                                   Olha aí!"

 

"A marcha do cachorro", marcha de Walda e Tom, com Waldik Soriano, Rca Victor: 107.0192/1, Faixa 1, Carnaval de 1975.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 22h23
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1962

O cantor Walter Augusto, grava marcha e samba em disco California, para o Carnaval de 1962:

 

"Tentou meter a mão

 No buraco do meu pano...

 Entrou pelo cano!

           II

      Meu dinheiro não é capim

       Prá qualquer burro mastigar

        Se você anda sempre sem dinheiro

         Seu vagabundo, vai trabalhar!"

 

"Buraco do pano", marcha de Conde, com Walter Augusto, California: 1264/B, Carnaval de 1962.

 

"Não

 Eu não quero ouvir

  O que vai dizer

   Porque vai mentir!

            II

        Seu ato de mentira

       É uma falsidade

      Se não tem amor...

     Porque não diz a verdade!"

 

"Ato de mentira", samba de Roberto Martins e Conde, com Walter Augusto, California: 1264/A, Carnaval de 1962.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 19h39
[ ] [ envie esta mensagem ]

16/07/2014


Carnaval de 1952

A dupla Xerém e Bentinho, cantores, compositores. Xerém: Pedro da Alcántara Filho, Bentinho: José Antônio Vono Filho, gravam na Odeon duas marchas, para o Carnaval de 1952:

 

"Com este calor

 Quem é que não quer

 Bebida gelada

 E uma boa mulher...

         II

    Eu vou sair prá rua

     Eu quero é farrear

      Com sol ou com chuva

       Eu vou me acabar...

        Deixa todo mundo

         Falar o que quizer,

          Eu quero é movimento

           Com bebida e com mulher!"

 

"Com este calor", marcha de Carvalhinho, Rômulo Paes e Bentinho, com Xerém e Bentinho, Odeon: 13.231/B, Carnaval de 1952.

 

"Eu sou o Pinoquio

 O boneco que é feito de pau

 Pau, pau, pau

 Eu sou o Pinoquio

 Quem me fez foi seu Nicolau

 Áu, áu, áu.

               II

       Fala papai

      Fala mamãe

     Toco até berimbau...

    Eu sou o Pinoquio

   Quem me fez foi seu Nicolau

 Áu, áu, áu..."

 

"Pinoquio", marcha de Avaré e Orlando Monello, com Xerém e Bentinho, Odeon: 13.231/A, Carnaval de 1952.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 15h36
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1975

O cantor Walter Augusto grava marcha na Rca Victor, para o Carnaval de 1975:

 

"Eu fui a uma cigana

 Prá ler a minha mão

 O que a cigana disse

 Alegrou me coração:

    Você vai casar com ela

    Quando corinthians fôr campeão...

    Você vai casar com ela

    Quando corinthians fôr campeão!

                    II

           Ai cigana

           Quanto é bom

           Quanto é bom ser brasileiro...

           Tô contente, cigana

           Tô contente...

           Porque não vou morrer solteiro!"

 

"A cigana corinthiana", marcha de Tanio Jairo, Leopoldo e J. Senu, com Walter Augusto, Rca Victor: 107.0191/2, Faixa 7, Carnaval de 1975.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 12h14
[ ] [ envie esta mensagem ]

15/07/2014


Carnaval de 1982

O cantor Aldo Bueno com a escola de samba Vai-vai, gravam samba-enredo na Copacabana, para o Carnaval de 1982:

 

"Olorum

 Canta meu povo em harmonia

 Olorum

 Vai-vai na apoteose d´alegria!

 

         Surgiu

         Como um raio de luz

         A imagem do céu

         No rosário de ifá

         Eu vi... ai, eu vi

         Nossos babalaôs

         Transformando em passarela

         O universo que Olorum criou...

 

 É Orum, Orum-Aye

 É Orum o eterno amanhecer

 

           E lá do alto quando o sol brilhou

           Eu avistei a pedreira de Xangô

           Mas...

           Sinto a falta de paz

           No meu povo presente

           Desde nossos ancestrais

           Aruanda é a esperança

           Aquarius traz um novo amanhecer

           O homem almejando o paraíso

           A felicidade irá viver.

 

     Olorum

      Canta meu povo em harmonia

       Olorum

        Vai-vai na apoteose d´alegria."

 

"Orum-Aye - O eterno amanhecer", samba-enredo de Oswaldinho da Cuica e Serginho, com Aldo Bueno e GRCES. Vai-vai, Copacabana: 25132/A, Faixa 1, Carnaval de 1982.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 18h44
[ ] [ envie esta mensagem ]

Carnaval de 1958

Gariba, (Geraldo Pereira), cantor e compositor, grava batucada na etiqueta Lira, para o Carnaval de 1958:

 

"Quebra o prato

 Quebra o prato

 Quebra o teu

 Que eu quebro o meu!

            II

    A carestia da vida

     Osso duro de roer

      Prá que nós queremos prato

       Si não temos o que comer!"

 

"Quebra o prato", batucada de Gariba e Antoninho Lopes, com Gariba, Lira: 002/A, Faixa 5, Carnaval de 1958.

 

O nome verdadeiro de Gariba é Geraldo Pereira, que nada tem que ver com o cantor e compositor Geraldo Pereira, (1918-1955), Geraldo Theodoro Pereira.-

 

cesargravier@bol.com.br

Escrito por Cesar Gravier às 13h48
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web:

Perfil



Meu perfil
BRASIL, Sul, SANTANA DO LIVRAMENTO, CENTRO, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, Spanish, Música, Livros, pesquisa de discos de carnaval
ICQ -

Histórico